fbpx

VIVIANE FERREIRA

Viviane Ferreira é uma das figuras mais importantes do cinema negro brasileiro atualmente. É diretora, roteirista, produtora, além de atuar em organizações importantes.

Preside a Associação de Profissionais do Audiovisual Negro (APAN). Foi presidente do Comitê Brasileiro de Seleção do Oscar 2021 que elegeu o documentário “Babenco – Alguém Tem Que Ouvir o Coração e Dizer: Parou” para representar o Brasil na disputa pela estatueta.

Leciona Cinema e Audiovisual da ESPM São Paulo. É diretora Artística do “Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África, Caribe e Outras Diásporas”. É Diretora Executiva da plataforma de streaming TodesPlay e tem sua própria produtora, Odum Filmes. Ufa!

Nasceu em Salvador em 1985, graduou-se em direito e fez mestrado na Universidade de Brasília (UnB) com a dissertação intitulada “Cinemas Negros: Modelos de Negócios Viáveis às Mulheres Negras”.

Fazem parte da sua filmografia 5 curtas documentários e 1 ficcional, “O Dia de Jerusa” que fez parte da seleção oficial do Festival de Cannes em 2014.

O curta foi transformado no longa “Um Dia com Jerusa”. O filme marca Viviane como a 2a mulher negra a dirigir um longa de ficção no Brasil. A primeira foi Adélia Sampaio.

Texto de Ana Caroline Brito @poneyhandsup

@associacaoapan @odunfilmes @todesplay @academia_brasileira_de_ @centroafrocariocadecinema @aqualtuny #odiadejerusa #cinemanegrobrasileiro #cinemanegrofeminino #mulheresinspiradoras #apan #audiovisualnegro #cinemanegro #cinemabrasileiro #antirracismo #mulheresnocinema #monstercam #monstercamconhecimento #timemonstro #locadoradecinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COPYRIGHT © 2020 MONSTERCAM. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – Desenvolvimento: Doppiod